Quem Somos

O Papa João XXIII clamava ao Espírito Santo dizendo:

“Repita-se, pois agora, na família cristã, o espetáculo dos apóstolos reunidos em Jerusalém depois da Ascensão de Jesus ao céu, quando a Igreja nascente se encontrou toda reunida em comunhão de pensamento e oração, com Pedro e em redor de Pedro, Pastor dos cordeiros e das ovelhas.”

pentecostes-2

Digne-se o Espírito Divino escutar, de maneira mais consoladora, a oração que todos os dias sobem até Ele de todos os recantos da terra: “Renova em nossos dias os prodígios como em um Novo Pentecostes e conceda que a Santa Igreja, reunida em unânime e mais intensa oração em torno de Maria, Mãe de Jesus e guiada por Pedro, propague o reino do divino Salvador, que é reino de verdade, de justiça, de amor e de paz. Assim Seja”. Em resposta a esta oração aconteceram muitos fenômenos espirituais e um novo chamado para que os leigos efetivamente se ocupassem na construção do Reino de Deus, assumindo o seu Batismo (Christifideles Laici).

O Espírito Santo não se limita a santificar e a dirigir o povo de Deus por meio dos sacramentos e dos ministérios, e a orná-lo com as virtudes, mas também, nos fiéis de todas as classes, “distribui individualmente e a cada um, como lhe apraz”, os seus dons (1 Cor 12,11), e as graças especiais, que os tornam aptos e disponíveis para assumir os diversos cargos e ofícios úteis à renovação e maior incremento da Igreja. (LG, 12) Os aspectos, institucional e carismático, são igualmente essenciais à Constituição da Igreja, e concorrem ainda que de modo diverso, para a vida, renovação e santificação do povo de Deus.

É desta providencial redescoberta da dimensão carismática da Igreja que, antes e depois do Concilio, foi estabelecida uma forma marcante de crescimento para os Movimentos Eclesiais e as Novas Comunidades. A Comunidade Oásis é um fruto deste novo tempo para a Igreja, que no final do segundo milênio conclamava a todos para uma Nova Evangelização com novo ardor e novos métodos.

Menu