Destaques



Conceito e vocação do leigo na Igreja

Por leigos entendem-se aqui todos os cristãos que não são membros da sagrada Ordem ou do estado religioso reconhecido pela Igreja, isto é, os fiéis que, incorporados em Cristo pelo Batismo, constituídos em Povo de Deus e tornados participantes, a seu modo, da função sacerdotal, profética e real de Cristo…

Leia mais

O mistério da ressurreição

A fé cristã na ressurreição dos mortos responde ao desejo mais instintivo do coração humano. Nós – diz Paulo – não queremos ser despojados do nosso corpo, mas revestidos, ou seja, não queremos sobreviver com uma parte somente do nosso ser – a alma –, mas com todo o nosso eu…

Leia mais

“O bom pastor dá a própria vida pelas ovelhas”

Jesus insiste sobre esta característica essencial do verdadeiro pastor que é Ele próprio: aquela de “dar a própria vida”. Repete isso três vezes, e por fim conclui dizendo: “O Pai me ama, porque dou a minha vida para retomá-la…

Leia mais

A Misericórdia é a veste de luz

A Misericórdia é a veste de luz que o Senhor nos concedeu no Batismo. Não devemos deixar que esta luz se apague; ao contrário, ela deve crescer em nós todos os dias, para levar ao mundo o feliz anúncio de Deus.

Leia mais

A coragem de caminhar nas trevas

A conversão, como já dissemos, começará no dia em que aceitarmos que Deus seja diferente dos nossos esquemas, e se dará de fato, só quando permitirmos que esse Deus nos leve para onde ele sabe e quer…

Leia mais

Agenda

Eventos

Hover Image

5, 6 e 7 de maio

Tríduo de Adoração

Hover Image

13 de maio

Festa dos 30 anos da Comunidade Oásis

Hover Image

Semanalmente

Santa Missa na Igreja Nossa Senhora Mãe de Deus

Últimos Posts

O Amor concreto

O meu amor concreto para com Jesus acontece quando é exalado através do meu irmão. Como posso dizer que amo a Deus que não vejo se não for através de meu irmão? O amor é concreto, o amor é rebaixamento, por isso posso amar Jesus servindo ao esposo, à esposa, aos filhos, a todos os irmãos  e à Igreja. (mais…)

Published: 31/03/2018

Não sou apenas talentos

Quem sou eu? Santa Terezinha respondeu esta pergunta com estas palavras: “Eu sou aquilo que Deus pensa de mim”. Inevitavelmente, com maior ou menor intensidade, o ser humano acaba se identificando com aquilo que faz, desde os tempos remotos, o homem se realizou com seus feitos através da caça, da pesca, das construções ou até mesmo da farta prole; porém, aquele que permanece no fazer certamente acabará se deparando, com o passar dos anos, com seus próprios limites físicos e psíquicos que formarão uma barreira para a plena realização, por fim, este homem acabará na frustração e na infelicidade pois o fazer é uma atividade para este mundo, é finito e ingrato. (mais…)

Published: 29/03/2018

O terror da Paixão

Jesus enfrenta o terror da paixão, confiando no Pai: assim se realiza o Reino

São João, na sua redação das palavras do Senhor no “Domingo de Ramos”, acolheu também uma forma modificada da oração de Jesus no Horto das Oliveiras. Temos, em primeiro lugar, a afirmação: “A minha alma está perturbada” (12, 27). Transparece aqui o pavor de Jesus, ilustrado amplamente pelos outros três evangelistas: o seu pavor diante do poder da morte, diante de todo o abismo do mal que Ele vê e ao qual deve descer. O Senhor sofre as nossas angústias juntamente conosco, acompanha-nos através da angústia derradeira até à luz. Depois, em João, aparecem duas perguntas de Jesus. A primeira é expressa apenas condicionalmente: “E que hei-de dizer? Pai, salva-me desta hora?” (12, 27). (mais…)

Published: 26/03/2018