5º dia: Condenado à morte

5º dia: Condenado à morte

“Querendo Pilatos satisfazer o povo, soltou-lhe Barrabás e entregou Jesus, depois de açoitado, para que fosse crucificado” (Mc 15,15)

“Querendo Pilatos satisfazer o povo”. Muitas vezes, para satisfazer o ‘povo’, os amigos, a família, até mesmo aos irmãos na fé, entregamos Jesus, renunciamos aquilo que sabemos que é sua vontade, e perdemos as graças que Ele, por sua paixão, reservou para nós.

“… soltou-lhe Barrabás e entregou Jesus…”. Há um ‘Barrabás’ misteriosamente escondido dentro de nós. Ele espera uma oportunidade para ser solto e continuar alastrando seus males. ‘Barrabás’ são as más tendências, as fragilidades, as carências e as necessidades humanas que arrastamos conosco dede o pecado das origens, é preciso enfrentá-las, conhecê-las e entregá-las a Jesus. São Paulo dizia: “Tudo me é permitido, mas nem tudo me convêm”. (1 Cor, 6,12).

Oração:

“…entregou Jesus, depois de açoitado, para que fosse crucificado.” Amado Jesus, que foi entregue a flagelação, ao desprezo e a todo tipo de males físicos e emocionais, derramai os méritos infinitos de vossa condenação à morte e do doloroso caminho do Calvário sobre minha alma. Salvai-me Senhor!, Como diz o profeta, pagaste o preço de minha paz:

“A verdade é que Ele tomava sobre si nossas enfermidades e sofria, ele mesmo, nossas  dores; e nós pensávamos fosse um chagado, golpeado por Deus e humilhado! Mas ele foi ferido por causa de nossos crimes; a punição a Ele imposta era o preço de nossa paz, e suas feridas, o preço da nossa cura.” (Is 53,4-5).

Reze um Pai Nosso, uma Ave Maria e um Glória ao Pai, por todos os condenados a prisão e a morte e seus familiares. Reze também pelos condenados por doenças incuráveis, pelos condenados à morte pelas guerras, pela fome, pela falta de água potável, lembre-se ainda dos condenados pela cultura do descarte, especialmente crianças, jovens e idosos.

4º dia do Retiro, acompanhe em: 

http://comunidadeoasis.com/site/ensinos/4o-dia-julgamento-iniquo/