4º dia: Julgamento iníquo

4º dia: Julgamento iníquo

Jesus foi julgado e condenado pelos judeus:

            “O sumo sacerdote tornou a perguntar-lhe: És tu o Cristo, o Filho de Deus bendito? Jesus respondeu: Eu o sou.(…). Para que desejamos ainda testemunhas?!, exclamou ele. Ouvistes a blasfêmia! Que vos parece? E unanimemente o julgaram merecedor da morte. Alguns começaram a cuspir nele, a tapar-lhe o rosto, a dar-lhe socos e a dizer-lhe: Adivinha! Os servos igualmente davam-lhe bofetadas.” (Mc 14,60-65).

Foi desprezado e escarnecido pelo rei Herodes:

             “Herodes alegrou-se muito em ver Jesus (…). Dirigiu-lhe muitas perguntas, mas Jesus nada respondeu. (…). Herodes, com a sua guarda, tratou-o com desprezo, escarneceu dele, mandou revesti-lo de uma túnica branca e reenviou-o a Pilatos”. (Lc 23,8-12)

Definitivamente condenado por Pilatos:

            Pilatos disse aos judeus: “Pilatos perguntou-lhes: Hei de crucificar o vosso rei? Os sumos sacerdotes responderam: Não temos outro rei senão César! Entregou-o então a eles para que fosse crucificado.” (Jo 19,14-16).

            Jesus foi conduzido pelas ruas escuras e pedregosas de Jerusalém, amarrado, empurrado com violência, como um malfeitor desde a casa do Sumo sacerdote até Pilatos. Pilatos enviou o Senhor para o rei. Herodes, por sua vez, dá uma túnica limpa para Jesus, a túnica de Jesus, a esta altura, já estava muito suja, ensanguentada, rasgada… mas não deu este presente para Jesus, mas para agradar Pilatos, e ambos fizeram as pazes naquele dia.

Oração:

            “Alguns começaram a cuspir nele, a tapar-lhe o rosto, a dar-lhe socos e a dizer-lhe: Adivinha! Os servos igualmente davam-lhe bofetadas…”  A exemplo dos judeus buscamos nos justificar diante de nossos erros e eliminar quem nos contraria, como Herodes só esperamos milagres e prodígios, como Pilatos preferimos nos envolver…

            Jesus, envia vosso Espírito Santo para que todas as minhas ações te agradem, que eu não seja confundido.  Sei que, através de meus pecados, de minhas opções levianas posso tornar-me teu inimigo, uma daqueles que lhe cospem, soqueiam ou lhe dirigem bofetadas. Converte meu coração Jesus, ajuda-me e dá-me discernimento do mal que é o pecado.

 Reze um Pai Nosso, uma Ave Maria e um Glória ao Pai, em reparação pelos falsos julgamentos e pelas ideias equivocadas que nutrimos a respeito de Deus.

3º dia do Retiro, acompanhe em:

http://comunidadeoasis.com/site/ensinos/3o-dia-um-prisioneiro-perigoso/