Tudo passa, só Deus basta!

A Sabedoria Divina que impulsiona a Igreja de Jesus Cristo nos traz a cada mês uma reflexão com aprofundamentos sobre os aspectos da vida humana.

A “divinização da inteligência” (ideologias tidas como absolutas), que tanto prejudica o homem na sua espiritualidade, está de volta com a “divinização da era da informática” que pode e está a alienar e afastar a criatura humana do seu Criador. Precisamos que bocas proféticas venham nos lembrar que Deus é o Único Absoluto e que o homem, dotado, sim, de inteligência e saber, será sempre um pequeno grão de areia.

O momento histórico que estamos vivendo é o da tecnologia e da globalização, momento em que se visa instaurar um poder único elevando a idolatria, o mundo tornou-se uma pequena aldeia e parece não existir mais nenhum limite entre o humano e o Divino. Os desafios lançados na revolução genética, tais como as diversas formas de concepções, manipulações através da engenharia genética, clonagens e etc, podem nos fazer acreditar que o homem não precisa mais de Deus, porque ele próprio sente-se um deus. Isto é novamente cometer o primeiro erro do homem, quando enganado pelo demônio, que lhe fez acreditar que ele e a mulher seriam deuses.

Eis a verdade Verdadeira e Única que salva cada homem e, como consequência, salva toda humanidade: não é o poder, nem as intrigas políticas, mas é o “doce Sangue de Jesus Cristo, Filho de Deus, Salvador” derramado pelos nossos pecados e pelo nosso amor.

Novembro nos diz: “Lembra-te, ó homem, que és pó e em pó te hás de tornar, porém nesta breve vida decidirás tua eternidade. Escolhe pois a vida eterna: o Céu.”

“O mandamento que hoje te dou não está acima de tuas forças, nem fora de teu alcance. Não está nos céus para que digas: ‘Quem subirá ao céu para no-lo buscar e no-lo fazer ouvir para que o observemos?’ Não está tampouco do outro lado do mar, para que digas: ‘Quem atravessará o mar para no-lo buscar e no-lo fazer ouvir para que o observemos?’ Mas esta palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração: e tu a podes cumprir. Tomo hoje por testemunhas o céu e a terra contra vós; ponho diante de ti a vida e a morte; a benção e a maldição. Escolhe, pois a vida para que vivas com a tua posteridade, amando o Senhor teu Deus, obedecendo à sua voz e permanecendo unido a Ele por toda a eternidade.” (Dt 30, 11-14; 19)

Rezemos por nossa salvação e pelas santas almas do purgatório, peçamos que Deus lhes dê o descanso e a Luz Eterna.