O Lugar da Formação

Todo ser humano tem necessidade de falar de si mesmo e abrir-se diante de outro. Uma das grandes dificuldades do homem moderno é exatamente encontrar alguém que queira escutá-lo e tenha tempo para isso. Nas Novas Fundações encontramos esta possibilidade única e excelente através dos encontros de formação pessoal.

Partilhar a realidade:

A formação pessoal é o “lugar legal” para partilhar aquilo que estamos vivendo em nosso mundo interior. Não podemos nem devemos fazer formação pessoal com todos os irmãos de comunidade. Deve existir um mediador que é o formador pessoal, deve existir também um tempo e um local apropriado para o encontro da formação pessoal. Na formação pessoal existe o diálogo que consiste na exposição por parte do vocacionado e na escuta do formador. O formador interfere exortando, aconselhando e reajustando à luz do carisma para que o vocacionado possa encontrar o caminho para o amadurecimento humano e espiritual. Por fim, o formador sempre deve orar com o vocacionado dando-lhe uma direção espiritual.

Deixar vir à luz as trevas interiores

Na formação pessoal, a pessoa deve ter a liberdade para falar sobre seus conflitos, indignações, rebeldias, angústias, medos e principalmente falar daquilo que Deus está realizando em sua alma.

No “lugar legal”, ou seja, no diálogo com o formador pode-se dizer tudo que pensamos e sentimos, o que não pode acontecer entre irmãos. É preciso lembrar que uma palavra mal colocada ou uma observação ‘apimentada’ pode matar a alegria, a confiança e a esperança no coração do outro. Muitas vezes as partilhas particulares tornam-se murmurações, fofocas e até intrigas entre vocacionados e autoridades.