Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura

Remontando às origens da Igreja, aparece clara a afirmação de que Cristo é o único salvador de todos, o único capaz de revelar e de conduzir a Deus. Pedro responde às autoridades que lhe questionavam: “É em nome de Jesus Nazareno, que vós crucificastes e Deus ressuscitou dos mortos, é por Ele que este homem se apresenta curado diante de vós (… ) E não há salvação em nenhum outro, pois não há debaixo do céu qualquer outro nome dado aos homens que nos possa salvar” (At 4, 10.12). Essa afirmação, dirigida ao Sinédrio, tem um valor universal, já que, para todos — judeus e gentios —, a salvação só pode vir de Jesus Cristo.

A revelação de Deus tornou-se definitiva e completa, na obra do Seu Filho Unigênito: “Tendo Deus falado outrora aos nossos pais, muitas vezes e de muitas maneiras, pelos profetas, agora falou-nos, nestes últimos tempos, pelo Filho, a Quem constituiu herdeiro de tudo, e por quem igualmente criou o mundo” (Hb 1, 1-2; cf. Jo 14, 6). Ele disse à humanidade quem é. E essa autorrevelação definitiva de Deus é o motivo fundamental pelo qual a Igreja é, por sua natureza, missionária. Não pode deixar de proclamar o Evangelho, ou seja, a plenitude da verdade que Deus nos deu a conhecer de Si mesmo. A Igreja conhece e confessa Jesus como “Cristo, o Filho de Deus vivo” (Mt 16, 16). A tentação hoje é reduzir o cristianismo a uma sabedoria meramente humana, como se fosse a ciência do bom viver.

Por que a missão de evangelizar? Jesus nos enviou, quando subia aos Céus: “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura”(Mc 16,15). Queremos, como Carisma Oásis, anunciar de todas as formas a Palavra que se fez carne, oportuna e inoportunamente, com um coração abrasado pelo Espírito Santo, que derrama sua Sabedoria em abundância.

O mundo anseia pelo Deus vivo e verdadeiro e, neste tempo, também nos chama a oferecer, através das Rádios Mãe de Deus, de encontros, escolas e retiros, com nosso testemunho de vida, com a obediência da fé e com dons e carismas, a experiência do Emanuel, o Deus conosco, o Filho, o Santo dos Santos, o Senhor, Jesus Cristo, o Pai e o Espírito Santo. Seja você também discípulo Dele, não tenha medo, anuncie a todos a Boa Nova do Evangelho!

Fonte da Carta Encíclica Redemptoris Missio do Sumo Pontífice João Paulo II, sobre a validade permanente do mandato missionário.