Colocar-se a caminho

Temos uma consagração de vida, isso significa que vivemos para servir a Deus. O que o Senhor espera de nós? Muitas obras? Muitas pessoas em nossos grupos de oração e missas? muitas vocações? São os números e as metas atingidas que confirmam que estamos sendo agradáveis a Deus na missão?

O Senhor espera que sejamos consagrados disponíveis para o seu serviço, e isto basta!Jesus não nos chamou para converter multidões, o Senhor disse: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a criatura.” (Mc 16,15), portanto o desejo de Deus é que anunciemos o seu Nome, o resto Ele mesmo fará; Ele é a porta, “e as ovelhas seguem-no, pois lhe conhecem a voz”. (Jo 10,4); disse ainda o Senhor:“quem crer e for batizado será salvo”. (Mc 16, 16).

Fiel no pouco

Cumprir as obrigações diárias, perseverar no apostolado com ou sem frutos, eis aí a verdadeira fidelidade. Através dessas tarefas, muitas vezes sem grande expressão, é que transbordará a graça do carisma em nossa vocação. Somos incapazes de perceber a extensão da obra de Deus através de nós, porém, quando fazemos o que devemos na fidelidade a Deus a graça se derrama sem medidas.

Como de dará isso?

O consagrado exala a força do carisma em tudo que faz, mas este obséquio divino exige o colocar-se a caminho, colocar-se a caminho significa permanecer em Deus, crescer constantemente na intimidade com o Senhor e separar o vil do precioso.

Se voltares, farei de ti o servo que está a meu serviço. Se apartares o precioso do que é vil serás como a minha boca. Serão eles, então, que virão a ti, e não tu que irás a eles.”(Jr 15, 19).

Colocar-se a caminho

Alguns passam a vida toda procurando sua vocação, sempre em discernimento vocacional aqui e ali… estes nunca se colocam a caminho, esperam um milagre do céu; quando não nos colocamos a caminho nada acontece, tudo fica paralisado em nossa vida e o chamado perde sua força, é preciso por o pé na faixa de segurança para os carros pararem, colocar a gasolina no carro, dar a partida e ir… a nossa parte Deus não fará.

Uma ação coerente

Uma ação coerente significa dar a vida; é muito importante que, quem consagrou sua vida a Deus cumpra suas tarefas até o fim. Se decidimos morrer por Deus, dar a vida a Deus, devemos fazer isso concretamente servindo aos irmãos, dispondo das próprias forças, cansando o corpo, a mente, todo o ser. Um dia nos comprometemos diante da Igreja e diante de nosso carisma com uma regra de vida e com a pobreza, a castidade e a obediência sermos fieis aos compromisso vocacionais também é essencial para quem se coloca a caminho.