Amar na vida fraterna

Cada carisma de fundação, constituído por Deus, tem um ‘modo único e particular’ para viver a vida fraterna.

Na vida Comunitária:

O governo da comunidade, e principalmente o fundador deve buscar tudo sobre seu carisma no coração de Deus. A direção certa, o como viver os mínimos detalhes da vida comunitária está escrito no íntimo de cada carisma, portanto, podemos dizer que cada carisma é único e irrepetível, é autêntico dom vindo de Deus.

A página do Evangelho:

Através da página do Evangelho, podemos descobrir verdadeiras riquezas referentes ao carisma, basta olhar para a pessoa de Jesus naquela página: Como Jesus se posiciona, o que Ele diz, como se relaciona com os demais personagens, o que Ele exige, exorta, consola?…

Na página da samaritana, Jesus remeteu a mulher para si mesma, para que ela reconhecesse aquilo que estava acontecendo dentro dela, sua própria verdade pessoal. Disse ela: “Ele me disse tudo quanto tenho feito” (Jo 4,39). Da mesma forma que o Senhor se relaciona com os personagens na página do carisma, se relacionará com cada um dos membros do carisma.

A vivência do amor fraterno:

O que é amar na vida fraterna? É dar o bem que eu recebi de Deus. As formas de amar na vida fraterna são os mais variados: às vezes é hora da exortação, outras do consolo, outras de direção, remanejamento, decisão e correção.

No decorrer do processo de crescimento no carisma, através do amor fraterno, tudo que temos dentro deve vir para a luz de Deus, essa luz nos invade para nos libertar e amadurecer.

Quando somos chamados a uma comunidade e a uma consagração de vida, a vida fraterna adquire uma importância e um peso maior do que para os demais homens que continuam servindo a Deus no mundo.