destaques

Conceito e vocação do leigo na Igreja

Por leigos entendem-se aqui todos os cristãos que não são membros da sagrada Ordem ou do estado religioso reconhecido pela Igreja, isto é, os fiéis que, incorporados em Cristo pelo Batismo, constituídos em Povo de Deus e tornados participantes, a seu modo, da função sacerdotal, profética e real de Cristo, exercem, pela parte que lhes toca, a missão de todo o Povo cristão na Igreja e no mundo. (mais…)

Published: 26/04/2018

O mistério da ressurreição

A ressurreição de Cristo nos diz respeito e é um mistério “para nós”, porque fundamenta a esperança da nossa própria ressurreição da morte:

E se o Espírito daquele que ressuscitou Jesus dentre os mortos dará vida também a vossos corpos mortais, mediante o seu Espírito que habita em vós” (Rm 8, 11).

A fé cristã na ressurreição dos mortos responde, além disso, ao desejo mais instintivo do coração humano. Nós – diz Paulo – não queremos ser despojados do nosso corpo, mas revestidos, ou seja, não queremos sobreviver com uma parte somente do nosso ser – a alma – , mas com todo o nosso eu, alma e corpo; por isso, não desejamos que o nosso corpo mortal seja destruído, mas que “seja absorvido pela vida” e se vista, ele próprio, de imortalidade (cf. 2 Cor 5, 1-5; 1 Cor 15, 51-53). (mais…)

Published: 23/04/2018

“O bom pastor dá a própria vida pelas ovelhas”

O bom pastor dá a própria vida pelas ovelhas” (Jo 10,11). Vejam: aqui nós somos imediatamente conduzidos ao centro, ao clímax da revelação de Deus como pastor de seu povo. Este centro e clímax é Jesus, precisamente Jesus que morre sobre a cruz e deixa o sepulcro no terceiro dia, ressurge com toda sua humanidade e, deste modo, nos envolve, cada homem, na sua passagem da morte para a vida. Este evento – a Páscoa de Cristo – no qual se realiza plenamente e definitivamente a obra pastoral de Deus é um evento sacrifical: Assim, o Bom Pastor e Sumo Sacerdote coincidem na pessoa de Jesus que deu sua vida por nós. (mais…)

Published: 20/04/2018